Agora

Milicia da Imaculada

00:00 - 05:00

Notícia

PF prende mais sete em investigação sobre terror em Araçatuba

Operação foi para cumprir 8 mandados de prisão temporária no âmbito da investigação sobre ataque de criminosos
PF prende mais sete em investigação sobre terror em Araçatuba

São Paulo - Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (14) uma operação para cumprir oito mandados de prisão temporária no âmbito da investigação sobre o ataque de criminosos fortemente armados a agências bancárias de Araçatuba, no interior de São Paulo. De acordo com a corporação, até às 9h, sete investigados já haviam sido detidos.

Um efetivo de mais de 100 agentes executou ainda 24 mandados de busca e apreensão em São Paulo (6), Campinas (1), Águas de Santa Bárbara (1), Mairiporã (3), Osasco (3), Guarulhos (5), Cotia (2), Itapecerica Da Serra (1) e Itapevi (2).

NOVOS NOMES

 

De acordo com a PF, as investigações levaram à "reunião de novos elementos de convicção, inclusive com a identificação de novos integrantes da organização criminosa que atuou no roubo em Araçatuba".

A nova fase da operação que sufoca o grupo de assaltantes que levaram o medo a Araçatuba é uma das principais metas do superintendente regional da PF em São Paulo, delegado Rodrigo Bartolamei.

As diligências continuam sendo realizadas para a localização do oitavo indivíduo, diz a PF.

Comentários

Últimas notícias

01 Dez
Nacional
ômicron e o futuro da pandemia no Brasil

Na última semana, fomos surpreendidos pela chegada de uma nova variante, a Ômicron.

01 Dez
Nacional
Tiroteio em escola deixa três mortos e seis feridos em Michigan, nos EUA

De acordo com a CNN, o suspeito, identificado como um menino de 15 anos, foi detido

01 Dez
Nacional
Colisão frontal em Borborema mata um professor de Bauru

José Carlos Rocha era professor do Senai de Matão e morava em Bauru; ele seguia em carro que colidiu com caminhão

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.