Agora

Milicia da Imaculada

00:00 - 05:00

Notícia

Acusados da morte de músico no Rio são condenados

Oito militares foram condenados a mais de 28 anos de prisão; catador também morreu
Acusados da morte de músico no Rio são condenados

Rio de Janeiro - A Justiça Militar condenou oito militares do Exército pela morte do músico Evaldo Rosa dos Santos e do catador Luciano Macedo. O julgamento, sob comando da juíza federal substituta Mariana Aquino, foi realizado após quatro adiamentos, e o resultado saiu no início desta quinta-feira (14). Outros quatro militares foram absolvidos porque não participaram dos disparos.

O julgamento se deu pelos votos dos integrantes de um conselho, composto pela juíza federal e quatro juízes militares. Os parentes das vítimas acompanharam a sessão e comemoraram a condenação dos réus, envolvidos no disparo de vários tiros de armas de fogo contra o carro em que estava Evaldo e sua família, no bairro de Guadalupe, no Rio de Janeiro, em 7 de abril de 2019. De acordo com a acusação, 82 tiros atingiram o automóvel. Os tiros foram de uma distância de 43 metros.

Um tenente que comandava o grupo foi condenado a 31 anos e seis meses de prisão. Os demais sete militares foram condenados a 28 anos de prisão, todos em regime fechado, além da exclusão das Forças Armadas. Todos permanecem em liberdade, até o julgamento dos recursos.

Fonte(s): Jcnet

Comentários

Últimas notícias

01 Dez
Nacional
ômicron e o futuro da pandemia no Brasil

Na última semana, fomos surpreendidos pela chegada de uma nova variante, a Ômicron.

01 Dez
Nacional
Tiroteio em escola deixa três mortos e seis feridos em Michigan, nos EUA

De acordo com a CNN, o suspeito, identificado como um menino de 15 anos, foi detido

01 Dez
Nacional
Colisão frontal em Borborema mata um professor de Bauru

José Carlos Rocha era professor do Senai de Matão e morava em Bauru; ele seguia em carro que colidiu com caminhão

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.